Bolsa da China se recupera e índice de ações fecha em máxima de 13 anos

Índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, subiu 2,85%, para o nível mais alto desde 15 de janeiro de 2008. O mercado acionário da China se recuperou nesta terça-feira (12) do maior recuo em três semanas na sessão anterior, e o índice de blue-chips CSI300 fechou na máxima em quase 13 anos.
O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, subiu 2,85%, para o nível mais alto desde 15 de janeiro de 2008, enquanto o índice de Xangai teve alta de 2,18%.
O setor de aviação esteve entre os maiores vencedores depois que o regulador da aviação civil disse, em reunião anual nesta terça-feira, que o tráfego de passageiros vai recuperar 90% do nível pré-Covid-19 como parte de seu objetivo para 2021.
As ações da China Aerospace Times Electronics Co Ltd atingiram o limite diário de alta no fechamento.
Os papéis de consumo também se destacaram depois de fortes perdas no dia anterior. O subíndice do setor financeiro saltou 3,58%.
Veja as cotações de fechamento nas principais bolsas da China:
Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,09%, a 28.164 pontos.
Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 1,32%, a 28.276 pontos.
Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 2,18%, a 3.608 pontos.
O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 2,85%, a 5.596 pontos.
Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,71%, a 3.125 pontos.
Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 0,36%, a 15.500 pontos.
Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,23%, a 2.977 pontos.
Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 0,27%, a 6.679 pontos.
Vídeos: veja as últimas notícias de economia no Brasil e no mundo
Source: G1 Economia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *