Dólar abre 2021 em queda, negociado a R$ 5,14


Em 2020, moeda norte-americana acumulou alta foi de 29,36% e fechou ano cotada a R$ 5,1872. Notas de dólar
Reuters/Dado Ruvic
O dólar abriu o ano em queda, após ter acumulado valorização de quase 30% em 2020.
Às 9h07, a moeda norte-americana caía 0,88%, cotada a R$ 5,1413. Na mínima até o momento, recuou a R$ 5,1230. Veja mais cotações.
Em 2020, o dólar acumulou alta de 29,36% e encerrou o último pregão do ano passado a R$ 5,1872.
Dólar e ouro lideram ranking de investimentos em 2020

Cenário global e local
Na cena externa, permanecem as esperanças de que vacinas possam conter o coronavírus e levar a uma forte recuperação econômica neste ano.
O Reino Unido começou a vacinar nesta segunda-feira pessoas de grupos de risco com a vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford em parceria com a farmacêutica AstraZeneca. O país, o primeiro do mundo a aprovar a vacina, também é o primeiro a começar a aplicá-la.
Os preços do petróleo avançavam para máximas em meses nesta segunda-feira, em meio a expectativas de que a Opep e aliados possam limitar a produção aos níveis atuais em fevereiro. O barril do tipo Brent subia 1,47%, a US$ 52,56 pela manhã.
Na cena doméstica, os analistas do mercado financeiro reduziram a estimativa de inflação para 2020 de 4,39% para 4,38%, segundo a pesquisa Focus do Banco Central. Já a projeção para o tombo do Produto Interno Bruto (PIB) em 2020 passou de 4,40% para 4,36%.
A expectativa dos economistas é de que a taxa suba para 3% ao ano até o fim de 2021. Já a projeção para a taxa de câmbio no fim de 2021 foi mantida em R$ 5 por dólar.
Já a Fundação Getulio Vargas (FGV) mostrou que o Índice de Confiança Empresarial (ICE) recuou 0,4 ponto em dezembro, para 95,2 pontos, na terceira queda consecutiva.
Variação do dólar em 2020
G1
VÍDEOS: Últimas notícias de Economia
Source: G1 Economia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *