Instagram inicia testes para volta do feed em ordem cronológica


Rede social também ganhará feed que reúne fotos e vídeos de contas incluídas pelos usuários em lista de ‘Favoritos’. Mudanças deverão ser liberadas para todos ao longo do primeiro semestre de 2022. Além do feed atual, Instagram terá feed que seguem ordem cronológica e destacam contas favoritas
Reprodução/Instagram
O Instagram voltará a oferecer um feed cronológico, em que as fotos e vídeos são ordenadas das mais recentes para as mais antigas. Segundo a rede social, a novidade começou a ser liberada em fase de testes e deverá chegar a todos os usuários ao longo do primeiro semestre de 2022.
Compartilhe essa notícia no WhatsApp
Compartilhe essa notícia no Telegram
O feed cronológico era usado pelo Instagram nos primeiros anos de sua existência. Ele foi substituído em 2016, quando a rede social adotou um modelo que prioriza perfis com os quais os usuários mais interagem.
O chefe do Instagram, Adam Mosseri, usou as redes sociais para dar mais detalhes sobre a mudança. O executivo afirmou que os usuários poderão escolher entre três opções:
Home: o feed no modelo atual, em que o Instagram ordena posts a partir do que acredita que atrairá mais interesse e inclui recomendações de contas que os usuários não seguem;
Seguindo: o feed em ordem cronológica apenas com as contas que os usuários seguem, e sem recomendações da rede social;
Favoritos: opção para usuários criarem uma lista para garantir que verão publicações de alguns perfis, como o de amigos próximos.
“Achamos importante que você possa obter um feed cronológico rapidamente, se tiver interesse, e ver as últimas notícias publicadas pelas contas que você segue”, disse Mosseri.
Instagram: recurso permite responder Reels com outro Reels; saiba como usar
O que mudou no Instagram em 2021: fim do ‘arrasta para cima’, retorno das curtidas e mais
O executivo já havia revelado que a rede social planejava o retorno do feed cronológico em dezembro, durante audiência realizada no Senado dos Estados Unidos por conta do caso conhecido como Facebook Papers.
Segundo Mosseri, a mudança traria “mais transparência”, “prestação de contas” e “mais controle” aos usuários. Nos últimos meses, o Instagram tem sido alvo de críticas após a denunciante Frances Haugen afirmar que os produtos do Facebook prejudicam as crianças.
Source: G1 Tecnologia e Games

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *